Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

MULHER que AMAMENTA tem menor risco de HIPERTENSÃO ARTERIAL - artigo científico

Por: Dr. Marcus Renato de Carvalho

 /

Amamentar diminui risco de

hipertensão arterial nas mães,

revela pesquisa

 

Que a amamentação faz bem para a mãe e para o bebê todos sabem.

Agora, um grupo de pesquisadores australianos descobriu que dar de mamar pode reduzir o risco de a mulher vir a sofrer de hipertensão arterial, durante décadas. 

A equipe da Faculdade de Medicina da University of Western Sydney concluiu ainda que, quanto mais longo for o período de amamentação, menores são as probabilidades de desenvolver hipertensão arterial antes dos 64 anos.

 

O estudo foi publicado no American Journal of Obstetrics and Gynecology.

 

Os pesquisadores, coordenados por Joanne Lind, professora de biologia molecular e genética, estudaram a relação entre o histórico de amamentação e a prevalência de hipertensão arterial em 74.785 mulheres australianas com 45 ou mais anos. 

 

"Sempre que possível, as mães devem ser encorajadas a amamentar durante um período o mais longo possível, porque as vantagens aumentam com o aumento do tempo de amamentação", alerta a pesquisadora. 

 

A equipe acredita que a diminuição do risco de sofrer de hipertensão arterial pode estar associada aos hormônios liberados durante o processo, que têm um efeito positivo prolongado sobre o sistema cardiovascular da mãe. 

"Embora não consigamos compreender totalmente este mecanismo protetor, o histórico de amamentação deve passar a ser considerado quando os médicos tentarem apurar a probabilidade de uma mulher vir a ter este problema numa fase mais avançada da vida", defende Lind. 

 

Segundo a especialista, "mesmo quando foram levados em conta fatores que podem contribuir para a hipertensão - como o histórico familiar, estilo de vida, atividade física, índice de massa corporal, ingestão de álcool ou tabaco - continuou a verificar-se uma relação entre a amamentação e uma menor probabilidade de sofrer da doença". 

 

Atualmente, a Organização Mundial da Saúde recomenda que as mães amamentem o bebé durante 2 anos ou mais, e pelo menos, seis meses após o nascimento de forma exclusiva. 

 

Fonte: Boas Notícias.

 

 


Última atualização: 7/6/2013

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital