Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

Aleitamento Materno: MUITOS BENEFÍCIOS

Por: Dr. Marcus Renato de Carvalho

Amamentação
 
Vantagens
 
Infinitas
 

 

São imensuráveis as vantagens do Aleitamento Materno para a mulher:

    diminui a hemorragia pós-parto
    aumenta o intervalo entre as gestações,
    previne a anemia, a osteoporose,
    emagrece,
    protege contra o câncer de mama, útero e ovário,
    quando praticado com o devido apoio é um ato extremamente prazeroso,
    aumenta a auto-estima,

Para o bebê, os benefícios não são menores:

    imuniza,
    previne contra doenças infecciosas e crônico - degenerativas (Diabetes, Doença Celíaca, Enfermidade de Crohn, Linfomas...),
    provê uma nutrição perfeita,
    aumenta o QI,
    impede distúrbios oro - faciais,
    diminui a incidência de cáries,
    o ato de sugar e estar pele-a-pele é analgésico,
    faz com que o lactente cresça e se desenvolva seguro, mais tranqüilo e feliz.
    ...

Apesar de todos estes efeitos benéficos, o desmame ainda é precoce e o leite materno não está sendo ofertado exclusivamente nos primeiros 4 à 6 meses, ainda que nas últimas duas décadas há uma recuperação da duração do aleitamento.

As causas do desmame inoportuno são múltiplas e complexas:

    o marketing inteligente (e muitas vezes não ético) das indústrias de alimentos infantis, mamadeiras e de chupetas...;
    o despreparo dos profissionais e maternidades;
    a falta de reconhecimento pela sociedade do valor da alimentação ao seio;
    o não cumprimento da legislação trabalhista de proteção à mulher...
    e além de todos estes a desinformação. Há um desconhecimento: da psico - fisiologia (o leite de peito é produzido nos seios e na "cabeça") da lactação; das técnicas de como amamentar (importância do colostro, posicionamento ao seio, pega correta, alternância dos seios, livre demanda...) por parte dos pais e também de profissionais de saúde.

    O Aleitamento Materno é natural, mas não é instintivo ou inato, e sim uma habilidade que precisa ser aprendida - uma cultura humana que necessita ser recuperada.

Várias iniciativas tem sido tomadas em todo o mundo por organismos internacionais (OMS e UNICEF), por governos, por ONGs como a IBFAN (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar) e a WABA - World Alliance for Breastfeeding Action (Aliança Mundial pró Aleitamento).

Promovida pela WABA, em todo o planeta, comemora-se a SEMANA MUNDIAL DE AMAMENTAÇÃO de 1 a 7 de outubro, e no ano 2001 o tema central foi:

"Amamentação na Era da Informação"

Defendemos que dar o seio é uma questão de comunicação social, um direito para a mulher e o bebê. Toda a sociedade, principalmente os governos (em todos os níveis) devem garantir que a mãe tome uma decisão consciente, informada e tenha: adequada atenção materno - infantil - como por exemplo, Hospitais Amigos da Criança; licença - maternidade e paternidade; creches nos locais de trabalho; acesso a métodos de planejamento familiar que não prejudiquem a lactação (como o LAM - Método de Amenorréia Lactacional e posteriormente de barreiras ou mini - pílulas)...

Felizmente, temos hoje no nosso país, uma série de leis, resoluções e outros instrumentos legais que respaldam a prática do aleitamento ao seio, entre outros:

· Constituição brasileira de 1988


· CLT - Consolidação das Leis Trabalhistas

· Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para      Lactentes

· Código de Defesa do Consumidor

· Estatuto da Criança e do Adolescente

· Resoluções do Ministério da Saúde: - Alojamento Conjunto; - Bancos de Leite Humano; - Maternidades Amigas da Criança; - Programa Mãe - Canguru...

· Os Direitos da Criança e do Adolescente hospitalizado.

 

Estamos confiantes que a cada dia mais mulheres e pais tomarão uma decisão informada que lhes garanta exercer com amor e prazer este direito tão singelo e significativo para a preservação e qualidade da vida humana.

www.aleitamento.com


Última atualização: 20/5/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital