Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

GESTANTE pode praticar ESPORTE ?

Por: LUCIANA SOBRAL

Grávida sedentária: esporte só a partir do terceiro mês

 


Lawrence Bodnar

TRANQÜILIDADE: Denise afirma relaxar durante
hidroginástica
Quem já pratica atividade física pode encarar a ginástica desde o início da gravidez. Mas especialistas alertam para riscos do exercício sem orientação

Sacudir a poeira e sair do sedentarismo são as teclas que os especialistas não cansam de bater quando o assunto é evitar doenças. Na linha da prevenção, os médicos também estão descobrindo que a atividade física durante a gravidez pode fazer maravilhas e não apenas para manter a boa forma das futuras mamães.

A ginástica durante a gestação evita os quilos a mais, previne dores na coluna e afeta até o humor. E é uma aliada da recuperação pós-parto. Pesquisas revelam que as mulheres que praticam alguma atividade física sentem menos dores durante o parto e ficam menos tempo no hospital.

Como o serviço público de saúde não dispõe de ginástica gratuita para grávidas, o DIÁRIO preparou um roteiro para quem não quer ficar parada enquanto a barriga cresce. Mas lembre-se: antes de iniciar a atividade física converse com seu médico. Mulheres sedentárias, por exemplo, não podem encarar os exercícios antes do terceiro mês de gravidez.

Quais são os benefícios da atividade física durante a gestação?

Além de diminuir a chance de a mulher sentir dor na coluna, devido ao peso do bebê, a atividade física reduz o inchaço, promove maior controle do peso e dá mais disposição.

De acordo com a professora de educação física especializada em gestantes, Karina Orlandin, da academia Projeto Acqua, os exercícios também melhoram a resistência muscular e cardiorrespiratória, aumentando a capacidade física da mulher para o parto. “As alunas se recuperam mais facilidade no pós-parto”, conta.

Esperando por isso, a supervisora de marketing, Denise Martinez, de 27 anos, não perde as aulas de hidroginástica. Grávida de nove meses de Theo, Denise afirma que a prática de exercícios melhorou até o seu humor. “Fico mais relaxada e consegui controlar meu apetite”, diz ela, que engordou apenas 12 quilos indicados.

Quais são os exercícios mais recomendados para as gestantes?

Caminhada, ginástica localizada, alongamento, natação, relaxamento, hidroginástica, pilates e ioga. A gestante pode praticar uma série de exercícios para manter-se em forma durante a gravidez e ir com mais calma para o parto. Exercícios de impacto como corrida e aeróbica devem ser evitados. “Quando a barriga começa a crescer, o peso sobrecarrega a região lombar da mulher, que começa a sofrer de dor nas costas e inchaço nas pernas. O pilates, por exemplo, educa a gestante, com exercícios de respiração e resistência muscular na região abdominal, a distribuir melhor esse peso”, explica a professora Maria Cristina Rossi Abrami, do Centro de Ginástica Postural Angélica (veja a sugestão de exercícios abaixo).

Qualquer gestante pode praticar exercícios?

Quais são as contra-indicações?

De acordo com o obstetra Abner Lobão Neto, coordenador do pré-natal personalizado da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mulheres com gravidez de alto risco ou com ameaça de aborto precisam abrir mão dos exercícios. Por isso, é fundamental ter a liberação médica antes de praticar atividade física.

“As gestantes que apresentam sangramento, por exemplo, não devem praticar atividade física, pois o impacto, por mais baixo que seja, aumenta o risco de aborto”, alerta. A pressão alta, o diabetes e os problemas osteoarticulares também podem impedir a mulher de praticar exercícios. “Isso vai depender da fase da gestação e do controle dessas doenças”, completa Lobão.

Outro alerta do especialista vai para as gestantes que abusam dos exercícios. Se passar do limite, ela poderá ter vários problemas com o crescimento do bebê. “Durante o exercício intenso, parte do sangue deixa a placenta e se concentra na musculatura trabalhada”, explica o especialista. “Isso também não é bom, pois o bebê pode nascer pequeno demais”, diz o médico.

É permitido fazer dieta durante a gestação?

Dieta é proibido. Segundo o nutrólogo Celso Cukier, do Hospital e Maternidade São Luiz, o ideal é estar com o peso correto para sua altura. “A desnutrição da mãe vai resultar em bebês de baixo peso. A obesidade aumenta o risco de a criança nascer com sobrepeso”, diz. O ganho de peso ideal de é 11 quilos. O nutrólogo Paulo Giorelli diz que a suplementação de ácido fólico nos três primeiros meses evita malformação.

(Colaborou Regiane Monteiro) Diário de São Paulo - 21 XI 2003

 


Última atualização: 30/5/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital